MB de Santa Rita

Nascimento: 
09/04/1986
Registro nº: 
01598
Genealogia: 
Árvore genealógica de MB de Santa Rita
Fotos e videos: 
MB de Santa Rita

O principal padreador do haras foi adquirido no I Leilão Equilate realizado por Leonardo Campos, constituído, exclusivamente, por 20 potros filhos de Licor do Angelim. Ainda sem conhecimento da raça, pedimos a assessoria de Aloísio Rezende que, após examinar conosco cada um dos 20 lotes, opinou pela aquisição de “qualquer um dos 20”, pois todos eles eram excelentes e, certamente, seriam garanhões para quaisquer haras.

Dono de um plantel invejável, Leonardo Campos dava-se ao luxo de cobrar ingresso no leilão – o montante arrecadado era encaminhado a instituições de caridade.

MB era um potro longilíneo de cerca de 18 meses de idade, com uma pequena cicatriz no quarto esquerdo. Tivemos condições de adquiri-lo porque ‘entrou’ no palco despercebido, ainda durante a euforia pela ‘batida do martelo’ confirmando o último lance ofertado pelo lote anterior, considerado muito alto.

MB era e é muito dócil. Logo, logo descobrimos algumas de suas particularidades: exercitava-se espontânea e exaustivamente, correndo atrás de aves, animais (cães e gatos) e insetos (borboletas) que entravam em seu piquete; esperava pacientemente que uma galinha saísse do ninho que fizera em um dos cochos de sua baia, comendo um ovo fresquinho diariamente. Aos 24 meses, quando entrou pela primeira vez nas pistas e se sagrou campeão jovem da raça (Consagrada de Barbacena), já apresentava a musculatura de seu corpo delineada em decorrências dos exercícios que fazia diária e espontaneamente. Aos 36 meses, quando foi montado, já era cavalo feito, com andamento marchado (marcha de centro) que lhe conferiu inúmeros campeonatos de marcha, culminando com o de grande campeão de marcha (Nacional de 1989).

Neófitos quanto à raça e com poucos recursos financeiros para investir em cavalos, MB foi pouco aproveitado como garanhão, uma vez que a tropa que tinha para cobrição era muito fraca do ponto de vista zootécnico. Mesmo assim fez “milagres”: Briosa, Identidade, Idéia e, mais recentemente, Ômega ganharam inúmeros campeonatos de marcha; Dianteira, sagrou-se campeã de morfologia em numerosas exposições e Ômega sagrou-se grande campeão da raça e melhor cavalo do ano de 2010 (marcha picada).